Notícias

Renovação no décor e personalização dos espaços marcam projeto assinado pela arquiteta Carina Dal Fabbro

Personalizar a decoração do lar, repensar o layout da planta baixa e buscar móveis e revestimentos que deixassem o gosto da cliente em evidência foi a tarefa que a arquiteta Carina Dal Fabbro, recebeu ao renovar o décor deste apartamento de 97 m². Localizado no Itaim Bibi, bairro da zona sul da capital paulista, o imóvel foi contemplado por uma arquitetura de interiores pautada em um estilo neutro e atmosfera revigorada por objetos decorativos modernos e que atuaram como pontos de cor, trazendo vitalidade ao espaço. 

Foto: Rafael Renzo

Cuidadosa em cada detalhe, a arquiteta, que está à frente do escritório que leva seu nome, relembra a satisfação em realizar este projeto. “É a segunda vez que coloco os sonhos e gostos da nossa moradora em prática. Mais do que trocar a decoração, busquei tornar o ambiente aconchegante, elegante e com o jeito único que só ela tem. A transformação exprime o interior das pessoas e abre frente para novos tempos”, reflete Carina. 

A repaginada no décor foi executada durante a pandemia e modificou completamente os ares da casa sem a necessidade de demolir paredes ou gerar entulho e resíduos com a troca de revestimentos. “Junto com o isolamento social, surgiu a necessidade de se sentir mais acolhido e abraçado pela casa em que passamos quase que integralmente nossa vida. Este projeto demonstra que é perfeitamente possível renovar todo o lar sem a necessidade de uma reforma profunda”, relata a arquiteta.

Com a área social toda integrada, os espaços compactos parecem muito maiores e as cores claras também contribuem para isso. Na combinação de estilos e tons, as paredes foram revestidas com papel de parede de textura de linho, a paleta de tons terrosos é evocada nas almofadas e o gradiente de cinza claro marca presença no tecido do sofá e da cortina. “No mobiliário, nos pautamos por desenhos arredondados e orgânicos, que contribuíram para reforçar o sentimento de frescor e novos ares”, pontua a profissional. 

O estar, que acolherá as futuras visitas, exerce a dupla função de sala de TV. Para tanto, ao invés de um painel, que exigiria mais custos e tempo de obra, o rack revelou-se como a solução para acolher os equipamentos em seus nichos abertos, acomodar a TV em sua base e, nas portas e gavetas, organizar tudo o que não precisa estar na visão. O móvel é de madeira escura e atua como contraponto para o restante do mobiliário.

Eleito como um dos ambientes preferidos da moradora, a sala de jantar é conectada à cozinha. Neste espaço, chama atenção a sincronia entre as nuances e os veios do piso de madeira composto por tacos de cumaru, a mesa ebanizada e o tom de nogueira que deu vida à estante. O balcão também faz as vezes de aparador e se revela como um ponto fundamental para apoiar aperitivos, bebidas e menu do jantar.

Foto: Rafael Renzo

A varanda, por sua vez, ganhou dois ambientes que, mesmo integrados, são bem setorizados por meio de sua decoração. O primeiro, logo ao sair da sala de estar, é o cenário perfeito para um café da manhã no final de semana ou para celebrar um momento especial com a luz e a vista da cidade: a mesa redonda, com base de ferro e tampo de vidro, é acompanhada pelas cadeiras em acrílico transparente. 

No segundo ambiente, o clima do estar denota o arranjo das três poltronas de corda náutica em preto. O tapete, com efeito tie dye na cor verde, ‘dialoga’ com as almofadas em linho e, na mesa de centro com estrutura metálica e base em vidro, a leveza de colares de sementes naturais e velas aromáticas.

No dormitório principal, o painel atrás da cama e os móveis de marcenaria já existiam e serviram como ponto de partida para a busca de novos elementos de decoração. “Tendo como referência o que já existia neste quarto e o que a cliente ansiava, ficou fácil idealizar novos itens para valorizar ainda mais o ambiente”, discorre Carina. Contribuindo com esta atmosfera de bem-estar construída pela profissional, o enxoval destaca a peseira e as almofadas cinzas, em linho, que tornam a cama ainda mais confortável e bonita. A cortina, também em linho, é providencial para segurar a luz natural naqueles dias propícios para dormir até um pouco mais tarde. 

Ainda mantendo os tons claros, o destaque todo especial do quarto de hóspede ficou para a marcenaria do quarto. A TV embutida otimiza o espaço e garante a diversão do enteado da moradora. Para prover ainda mais comodidade, escolhemos mantas e travesseiros fofinhos na cor azul. Instalamos também um painel MDF ao redor da cama, que se revelou como a cabeceira. Ficou lindo e confortável”, finaliza Carina. 

Fonte: Assessoria de imprensa do escritório Carina Dal Fabbro

Gostou do conteúdo? Compartilhe!​
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

Notícias Relacionadas