Notícias

BIM oferece assertividade e precisão para a construção civil

A Amanco Wavin tem investido cada vez mais na utilização da metodologia BIM, expandindo sua biblioteca no sistema e disponibilizando suporte técnico através de seus representantes.

O Building Information Modeling (BIM), é uma tecnologia disruptiva que vem transformando a indústria da construção civil. Ele entrega visualização em 3D e permite que os especialistas gerenciem de forma interina todo o ciclo de vida do projeto (planejamento, projeto, construção, operação e manutenção), fazendo com que a comunicação entre diferentes disciplinas que compõem uma construção fique mais clara e compreensível.

De acordo com o gerente de Infraestrutura e Projetos da Amanco Wavin no Brasil, José Augusto Pimentel Gomes, as empresas da cadeia produtiva que dominarem a metodologia BIM estarão um passo à frente da transformação digital da indústria da construção civil, além de cooperarem para a sustentabilidade do planeta. “Temos o propósito de construir ambientes saudáveis e sustentáveis, e, por isso, buscamos contar com soluções eficientes em nossos projetos e que também sejam benéficas para a sociedade”, ressalta.

Atualmente, a maioria das grandes construções já conta com a presença do BIM em seus processos, fazendo com que todo projeto seja mais assertivo, confiável e moldável. Como no empreendimento Mansões do Rio, em Petrolina (PE), um edifício de alto padrão da Record Incorporações com projeto desenvolvido pela FD Consultoria e Projetos, que conta com uma torre de 28 andares (sendo um apartamento por andar) e teve toda a sua infraestrutura criada por meio do BIM.

Segundo o projetista da FD Consultoria e Projetos, Flávio Dourado, o BIM trouxe inúmeras melhorias na forma como são concebidas, projetadas, executadas e mantidas as construções. “Nossos projetos têm saído do escritório cada vez mais bem compatibilizados pois os problemas que antes aconteciam em obra são prontamente antecipados no modelo virtual e já são resolvidos na etapa de projeto”, conta.

O diretor técnico da construtora Record e responsável pela execução do Mansões do Rio,engenheiro Caetano Ximenes, elencou diversas vantagens do BIM numa obra: a adoção de banco de dados único (acessado por todos projetistas, o que facilita a integração entre as disciplinas); fácil identificação dos elementos em três dimensões (tornando mais clara a visualização de peças e interferências); fácil alteração em projeto (onde todas disciplinas são alertadas e alteradas com facilidade); e integração entre as várias etapas dos projetos.

“Você consegue construir virtualmente o que será real ao longo do processo de construção”, resumiu Ximenes. A lista de vantagens inclui ainda a retirada de quantitativos e orçamento através do modelo com maior precisão; a fácil montagem do modelo 4D (usando tempo e definindo etapas e suas interações, trazendo maior controle de prazos, vácuos de equipes e caminho crítico); e, por fim, a gestão e o acompanhamento do pós-obra usando o mesmo modelo.

Fonte: Assessoria de imprensa Amanco Wavin

Deixe uma resposta

Notícias Relacionadas